Git
Português (Brasil) ▾ Topics ▾ Latest version ▾ git-check-mailmap last updated in 2.30.1

NOME

git-check-mailmap - Exiba os nomes canônicos e os endereços de e-mail dos contatos

RESUMO

git check-mailmap [<opções>] <contato>…​

DESCRIÇÃO

Para cada “Name <user@host>” ou “<user@host>” na linha de comando ou na entrada padrão (ao utilizar o --stdin), procure o nome canônico e o endereço do e-mail da pessoa (consulte "Mapeando os autores" logo abaixo). Se encontrado, exiba-os; caso contrário, exiba a entrada como estiver.

OPÇÕES

--stdin

Leia os contatos, um por linha, a partir da entrada padrão depois de esgotar os contatos informados na linha de comando.

SAÍDA

Para cada contato, uma única linha é emitida, finalizada através de uma nova linha. Caso um nome seja informado ou seja desconhecido ao mailmap, “Name <user@host>” é exibido; caso contrário será exibido apenas “<user@host>”.

MAPEANDO AUTORES

Caso o arquivo .mailmap exista no topo do repositório ou no local apontado pelas opções da configuração mailmap.file ou mailmap.blob, ele será utilizado para mapear os nomes dos autores e os endereços de email para os seus respectivos nomes e endereços de email verdadeiros.

No formato simples, cada linha do arquivo consiste no nome real de um autor, espaço e um endereço de email utilizado no commit (delimitado por < and >) mapeando para o nome. Por exemplo:

Nome Próprio <commit@email.xx>

Os formatos mais complexos são:

<proper@email.xx> <commit@email.xx>

o que permite que o mailmap substitua apenas a parte do email de um commit e:

Nome Próprio <proper@email.xx> <commit@email.xx>

o que permite que o mailmap substitua ambos os nomes e o email de um commit correspondente ao endereço de email do commit especificado, e:

Nome Próprio <proper@email.xx> Nome de quem fez o Commit <commit@email.xx>

o que permite que o mailmap substitua ambos os nomes e o email de um commit que corresponda a ambos os nomes de quem fez o commit e com o endereço de email.

Exemplo 1: O seu histórico contém confirmações de dois autores, Jane e Joe, cujos nomes aparecem no repositório de diferentes maneiras:

Joe Developer <joe@example.com>
Joe R. Developer <joe@example.com>
Jane Doe <jane@example.com>
Jane Doe <jane@laptop.(none)>
Jane D. <jane@desktop.(none)>

Agora, suponha que Joe queira que seu nome do meio seja utilizado no começo e Jane prefere que o nome de sua família seja escrito por extenso. Um arquivo .mailmap apropriado se pareceria com:

Jane Doe         <jane@desktop.(none)>
Joe R. Developer <joe@example.com>

Observe como não há necessidade de uma entrada para <jane@laptop.(none)> porque o nome real deste autor já está correto.

Exemplo 2: O seu repositório contém commits dos seguintes autores:

nick1 <bugs@company.xx>
nick2 <bugs@company.xx>
nick2 <nick2@company.xx>
santa <me@company.xx>
claus <me@company.xx>
CTO <cto@coompany.xx>

Então você pode querer um arquivo .mailmap parecido com:

<cto@company.xx>                       <cto@coompany.xx>
Some Dude <some@dude.xx>         nick1 <bugs@company.xx>
Other Author <other@author.xx>   nick2 <bugs@company.xx>
Other Author <other@author.xx>         <nick2@company.xx>
Santa Claus <santa.claus@northpole.xx> <me@company.xx>

Utilize o sinal de jogo da velha # para comentários que estejam em sua própria linha ou após o endereço de email.

GIT

Parte do conjunto git[1]